Casa Bucco - Destilados Artesanais

Para visitar o site da Casa Bucco, você precisa ter a idade legal mínima para consumir bebidas alcoólicas.

VOCÊ É MAIOR DE 18 ANOS?


To visit Casa Bucco Website, you have to be of legal drinking age.

ARE YOU OVER 18 YEARS OLD?

Marcador | Casa Bucco - Destilados Artesanais
Casa Bucco - Destilados Artesanais

Cachaçaria

Histórico | Casa Bucco - Destilados Artesanais

Desde 1925

Empresa familiar, produtora de destilados finos, de alta qualidade, deste a sua origem em Udne, norte da Itália, onde produzia Grappa. No Brasil, tem se destacado pela notável qualidade de sua cachaças, licores, grappas e vinhos finos. Hoje orgulha-se de suas cachaças, da conquista da certificação de qualidade e das medalhas internacionais.

A família Bucco elabora cachaça artesanal desde a imigração italiana na serra Gaúcha. A tradição vem mantém-se através de Orlando Bucco e Olivio R. Bucco, respectivamente filho e neto. Atualmente a tradição da elaboração de destilados finos artesanais é mantida pela Casa Bucco, através de Moacir A. Menegotto, consultor técnico em bebidas e profundo conhecedor da arte de destilar em alambique de cobre com fornalha à lenha.


Fotos


Canavial | Casa Bucco - Destilados Artesanais

Canaviais

As cachaças da Casa Bucco são elaboradas a partir de cana de açúcar cultivada no Vale do Rio das Antas, na propriedade da empresa,  num trabalho integrado com a comunidade local.

O micro-clima do Vale do Rio das Antas (terroir), se caracteriza pelo cultivo em área de montanha, com característica de solo pedregoso de origem basáltica vulcânica, de boa fertilidade, com clima quente no verão e boa intensidade de chuvas, excelente para o cultivo da cana-de-cana de açúcar.s

No inverno, o rio produz espessa neblina, o qual impede a formação de geadas, típicos no inverno da serra gaúcha. Desta forma encontramos cultivos de clima tropical, tais como, bananeiras, mamoeiros e a cana-de-açúcar.

O cultivo da cana-de-açúcar, na Casa Bucco é de forma orgânica, sem a adição de fertilizantes químicos, pesticidas ou herbicidas. O manejo do canavial é feito com capina manual. A colheita se dá manualmente, sem queima das folhas, seguindo para a moagem que sempre é feita no mesmo dia do corte.

Um dos diferenciais relevantes da cana-de-açúcar cultivada no Vale do Rio das Antas, é o cultivo de montanha, que por se a cana-de-açúcar altamente higroscópica, as águas das chuvas escorrem com rapidez, e desta forma mantém uma elevada concentração de açúcar.

Outro importante fator favorável à qualidade é devido ao frio no inverno, que provoca a parada de crescimento vegetativo da planta, favorecendo a maturação completa da cana-de-açúcar, obtendo-se assim um teor de açúcar mais elevado.

Aos fatores climáticos diferenciados e, ao manejo adequado e artesanal da cana-de-açúcar, são responsáveis pela notável qualidade das cachaças da Casa Bucco.


Fotos


Varejo | Casa Bucco - Destilados Artesanais

Varejo

O visitante poderá adquirir no varejo, todos os produtos das Casa Bucco com preços especiais. Em nossa loja estão disponiveis produtos da região, tais como vinhos finos, sucos integrais, geleias e antepastos, cervejas artesanais,  artesanatos, cosméticos e uma linha completa de embalagens especiais para presentes.
 


Fotos


Alambique | Casa Bucco - Destilados Artesanais

Alambique

ELABORAÇÃO DAS CACHAÇAS DE ALAMBIQUE CASA BUCCO

A cana de açúcar é cultivada de forma orgânica no vale do Rio das Antas, colhida manualmente e transportada para a moagem. O suco decantado segue para a fermentação, onde se utilizam leveduras selecionadas para obter melhor expressão nos conjuntos aromáticos e qualidade dos componentes alcoólicos. Após realiza-se a destilação em alambique de cobre descontínuo tipo “Charantês“.

Nesta etapa é feita a criteriosa separação das três fases da destilação, quando a cabeça e a cauda são eliminadas sendo utilizado apenas o coração, o qual segue para ser armazenada em tonéis de aço inoxidável, tradicional cachaça branca “Prata” ou, para ser envelhecida em barris de carvalho e de madeiras brasileiras, onde deverá desenvolver o bouchet e, harmonizar seu aroma e paladar. Para obtenção de cachaça mais leve, com o objetivo de valorizar o sabor das frutas nos coquetéis e caipirinhas, utiliza-se da bidestilação.


Fotos


Qualidade | Casa Bucco - Destilados Artesanais

Qualidade

Toda bebida alcoólica é resultante da fermentação alcoólica, onde microorganismos vivos se alimentam de açúcar e liberam álcool. Neste composto, que denominamos "álcool", encontramos por volta de 80 componentes voláteis naturais da fermentação. Os estudiosos afirmam serem mais de 400 componentes secundários da fermentação, porém em quantidades muito pequenas e, não interferem no consumo. Na composição alcoólica das bebidas encontramos os álcoois, desde o metanol, passando pelo álcool etílico (por volta de 98,5%), e os álcoois superiores, ésteres, aldeídos, acetaldeídos, óleo fúsel, sulfetos, cetonas, ácidos graxos e glicerinas. Ao consumir, digerimos com naturalidade o álcool etílico e demais componentes com dois carbonos na fórmula química.

Os compostos com um carbono, o qual agrupamos com o metanol, são tóxicos e matam na overdose. Os acetaldeídos são agressores ao fígado, causando indisposição, enjôo e dor de cabeça. Já, os compostos secundários são de difícil digestão, permanecendo maior tempo no estômago, permitindo assim seu acúmulo, provocando intoxicação, levando à indigestão, permitindo que ocorra migração excessiva de álcool para a corrente sanguínea, levando à embriaguez e consequentemente à ressaca.

Estes componentes são gerados na fermentação, pelas leveduras. Portanto, é determinante para a boa qualidade, que a fermentação seja controlada e realizada por leveduras selecionadas, que produzam uma composição química alcoólica mais saudável. É claro, que para o pleno êxito da fermentação, é necessário que as condições de fermentação sejam favoráveis, utilizando-se de boas práticas de produção, com controles de processo, higiene / limpeza, com as dornas de fermentação esterilizadas, colhendo e processando a cana-de-açúcar no mesmo dia, sem a queimada das folhas.

Desta forma, temos controle e a segurança de produzir uma cachaça "mais saudável", e de padrão de qualidade uniforme. Após a fermentação, a destilação é realizada, com a correta separação das três fases, cabeças 10%, coração 80% e caudas 10%, aproveitando-se somente o coração da destilação, que é a parcela de qualidade. Atualmente, nos orgulhamos de informar que temos catalogados mais de 200 consumidores que afirmam ter apreciado uma garrafa ou mais de nossas cachaças, num só dia, e não tiveram ressaca nem dor de cabeça no dia seguinte.

Autor: Moacir Menegotto


Fotos